6 de dezembro de 2012

Coração Cruzado (II) - Largo do Camões

Dia 1 de dezembro

Depois de ter pingado a estátua do Camões, olhei para o lado esquerdo e vi um banco de pedra junto a um gradeamento de ferro verde. Dirigi-me para lá para pendurar mais um PingAmor e, o mais interessante, é que depois de colocar o Coração Cruzado (II) por entre as espirais do gradeamento, reparei que por ali já teria havido juras de amor, pois mesmo ao lado, também preso ao gradeamento, estava um cadeado.
E digo interessante porque, há umas semanas atrás, este foi um dos assuntos que suscitou muitos comentários, após uma das Saltimbancos (salvo erro a Helena Amaral) ter colocado na página de facebook do grupo, uma foto de uma ponte num país europeu, onde os apaixonados prendiam cadeados para simbolizarem o amor que os unia.
Tal como comentei na altura, eu prefiro pensar num acto apaixonado, num acto de amor. Quem nunca marcou numa árvore ou noutro lugar um coração, quando estava apaixonado? AMOR! AMOR! AMOR! É apenas isso que é bonito de se pensar.

E aqui está o PingAmor "Coração Cruzado (II)" junto de um símbolo de amor


"O coração é uma riqueza que não se vende nem se compra; o coração é uma riqueza que se dá"
Gustave Flaubert

E eu lá deixei a minha riqueza para quem a quisesse apanhar!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Quer partilhar o seu coração connosco? Nós agradecemos os seus Pingos de Amor por aí em forma de palavras...