12 de janeiro de 2013

Pingo quentinho deixado no Alentejo profundo

O meu primeiro pingo alentejanito já foi deixado!!
Escolhi um dos meus sítios preferidos da minha bela cidade de Beja.
O Museu Regional de Beja, Museu Rainha D. Leonor, instalado no convento de Nossa Sra. Da Conceição foi o local escolhido.
Foi onde o meu pai me ensinou a andar de bicicleta, onde as primeiras folhas de Outono estalavam debaixo dos meus pezinhos pequenos e por onde passava com a minha avó a caminho da igreja todas as tardes.
Para quem não conhece, informo que é paragem obrigatória a quem vem a Beja.

É um museu repleto de histórias e para quem não conhece a história da Soror Mariana Alcoforado e das famosas cartas de amor enviadas ao oficial francês Noel Bouton, que lutou em território português durante a Guerra da Restauração, vou fazer um pequeno resumo.
Mariana Alcoforado nasceu em Beja, entregue por o pai ao convento para se dedicar à vida cristã .
Apaixonou-se por um cavaleiro francês, a quem vira pela primeira vez do terraço do convento. Ainda hoje o Museu conserva a janela gradeada, conhecida como a Janela de Mértola, de onde ela tantas vezes viu passar o amor da sua vida e lhe fez sentir os efeitos da sua infeliz paixão.
Ele regressou à sua terra e Mariana escreveu-lhe cartas que contam uma história igual a tantas outras ainda actuais: esperança de ser correspondida, incerteza sobre o amor do seu amado por si e, por fim, a certeza do abandono.
E foi junto da Rainha D. Leonor que deixei o meu pingo, ao sol das 13.22h hoje (12/01/2013), na esperança de alguém que o encontre tenha uma história com melhor desfecho do que a da doce Mariana.
A frase que acompanha o meu pingo é:
“A coisa mais bela da vida não se toca nem se vê, apenas se sente, com o coração!”
Beijinhos grandes

Alguns links interessantes para os mais curiosos:

8 comentários:

  1. Que bom é começar a conhecer Beja, uma cidade que desejo conhecer há tanto tempo... :-) Gostei da foto da folha e adorei a originalidade do teu Pingo, Carla. <3

    ResponderEliminar
  2. Gostei da bastante do teu Pingo, da história e das fotos :0)
    Mais uma vez, bem vinda.
    Muitos Pingos por Beja
    Beijinhos
    <3

    ResponderEliminar
  3. Fico contente por terem gostado.
    Vou aproveitar enquanto pingar por cá para dar a conhecer Beja, que, embora seja eu suspeita por o dizez, é uma cidade que eu adoro.
    Como faço alguns trabalhos em barro resolvi fazer alguns corações em mosaico.
    Já tenho o proximo pingo a ser elaborado e já com destino escolhido.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito de Beja, na minha adolescência passei bons momentos por aí, como
    tal estas fotos, trouxeram-me um sorriso :)
    O teu pingo é lindo e adorei que contasses um pouco sobre essa terra de gente
    simpática e acolhedora.

    Beijinhos e muitos pingos:-)



    ResponderEliminar
  5. Afinal Pintainha foste rápida a soltar o teu Pingo. Um passeio por Beja é sempre bem vindo.è uma cidade que preciso de revisitar
    bjnho

    ResponderEliminar
  6. O lugar que escolheu para deixar seu pingo é belíssimo! Gosto da frase. Um abraço!

    ResponderEliminar
  7. Olá Pintaínha!
    Curiosamente (e que vergonha!) vivi um ano em Beja (há 25 anos)e já lá fui imensas vezes, não só porque tenho os meus irmãos e sobrinhos aí a viver, como também costumo ir às Palavras Andarilhas e... ... ...nunca fui a esse Museu.
    Conheço bem o largo e toda essa zona mas nunca entrei no museu.
    Estou tão contente de já haver uma PingAmor em Beja, quem sabe um dos meus não encontre um dos teus pingos? É que eles sabem bem o que é e certamente não os deixarão escapar como algumas pessoas que têm medo de lhes pegar :-)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Quer partilhar o seu coração connosco? Nós agradecemos os seus Pingos de Amor por aí em forma de palavras...