8 de dezembro de 2012

Pinga Amor em Ourém

Hoje perdi-me até à cidade de Ourém, antiga Vila Nova de Ourém. Lá deixei mais um pinga amor que trazia no bolso.

No hipermercado Intermarché estava um daqueles carrinhos tipo carrocel que os miúdos adoram. Este era com o Noddy.


Achei que seria engraçado deixar lá um pingo. Também porque era dos poucos sitios mais recatados e onde não havia ninguém...
Assim ficou lá um pingo azulinho aos corações.


Todo contente ficou o Noddy a ver um coração tão engraçado.


Este Pinga Amor trazia consigo um pequeno poema do qual gosto muito:

"De todas que me beijaram,
de todas que me abraçaram,
já não me lembro, nem sei!
São tantas as que me amaram,
são tantas as que amei!
Mas tu (que rude contraste),
tu, que jamais me beijaste,
tu, que jamais abracei,
só tu nesta alma ficaste,
de todas as que amei!"

Paulo Setúbal

6 comentários:

  1. Adoro aquele poema...
    E o pingo é muito bonito o Noddy
    ficou bem acompanhado:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Também adoro o poema. Para mim tem um significado especial :D
      O Noddy deve ter adorado a companhia.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Hoje estive a olhar para ele de cá de baixo e a pensar que está na altura de o voltar a visitar. Penso que não vou lá há mais de 10 anos. E não sei porquê algo me chama lá... logo se verá...

      Eliminar
  3. O Noddy tomou conta do Pingo até este ser encontrado por alguém :p
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero mesmo que sim. Com tanta gente por lá espero mesmo que alguém o tenha encontrado. E caso tenha sido uma criança que o tenha levado até aos pais :D

      Eliminar

Quer partilhar o seu coração connosco? Nós agradecemos os seus Pingos de Amor por aí em forma de palavras...