8 de outubro de 2012

1ºPingamor a levantar Asas

Devido à minha timidez confesso que estava dificil encontrar um lugar para o meu primeiro coraçãozinho, mas  tomei coragem  no dia 8/10 /12pelas 7h30m" libertei-o" num dos bancos do comboio que seguia para Azambuja.Despedi-me dele em Vila Nova da Rainha e quando saí da carruagem vi entrar uma adolescente com uma criança e logo pensei :" será que serão eles os contemplados?:) "Curioso foram as emoções sentidas na hora de deixar, fiquei por uns momentos a olhar para o pingamor, pensei por  uns segundos no destino que teria aquele meu adorado pingamor...ali sozinho no banco, com uma linda mensagem e uma bela forma , deu vontade de o levar de novo para casa para o proteger:) Eu sei!!Um pensamento que nada tem a ver com a iniciativa e envergonho-me de o ter pensado...  Mas o mais importante é que o Pingamor vai com certeza arrancar um sorriso da face de alguém, e eu estarei empenhada em fazer mais corações e colocá-los a bater asas por aí:) Com amor..Helena Rodrigues

6 comentários:

  1. É compreensível que te sintas assim, afinal são pedaços do teu próprio coração que deixas... :-)

    Vila Nova da Rainha fica bem perto de onde moro! :-D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro, quem sabe um dia eu me cruzarei com um dos teus Pingos Amores e tu com um dos meus ?:) Costumas "pingar amor" no campera verdade?:) Um abraço.

      Eliminar
    2. Sim, o Campera é um dos meus locais de Pingar Amor! :-)

      Eliminar
  2. É interessante como no começo sentimos mesmo receio e até um pouco de dó de deixá-lo, mas com o tempo a coisa vai se tornando natural. Além de distribuir amor, esse projeto trabalha o desapego. Lindo pingo! Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bia:)É isso mesmo!Distribuimos amor e trabalhamos em nós o desapego!Algo que julgo ser dificil de trabalhar para a maioria dos seres, porque achamos que tudo nos pertence:)beijinho

      Eliminar

Quer partilhar o seu coração connosco? Aqui acolhemos os seus Pingos de Amor por aí em forma de palavras...